O Segredo dos Punhais Voadores

Um fime que estreia esta semana em Portugal e que promete ser interessante.
Anúncios

Governo

Faltam pesos-pesados no novo governo. É espantoso que mesmo com maioria absoluta Sócrates não tenha convencido Vitorino ou Constâncio a integrar o novo governo. Mas tenho esperança que mesmo assim não deixem o país ficar na mesma ou pior. Não vou tecer grandes comentários sobre um governo que ainda não governa. Mas não resisto a deixar algumas impressões sobre os 16 ministros.

António Costa – Um peso-pesado na Administração Interna. É um dos nomes forte neste novo governo. Tem condições para fazer um bom trabalho.

Freitas do Amaral – Não esperava que aceitasse um lugar num governo socialista. O seu perfil e a notoriedade que tem estão um pouco acima de um lugar ministro. Não sei se está na pasta certa, mas é um caso a acompanhar com atenção.

Campos e Cunha – Tem nome nas Finanças, mas falta-lhe peso político. É certo que é um académico de peso, mas vamos ver se isso chega para pôr em ordem as Finanças. Começou já a anunciar uma possível subida nos impostos contrariando uma promessa de Sócrates na campanha eleitoral.

Silva Pereira – O lugar de ministro da presidência tem sentido para este homem que é o braço direito de Sócrates. Vamos ver como se porta.

Luís Amado – É um político simpático e afável, mas não tem grandes créditos na área da defesa. Vamos ver o que vai fazer numa área que tinha a atenção de Paulo Portas.

Alberto Costa – Noutros tempos na Administração Interna foi um desastre. Agora fica com a Justiça. Conhece o sector e esperemos que seja capaz de mexer numa área vital como esta.

Nunes Correia – Pode dar um bom ministro do Ambiente, dado que conhece a área. Vamos ver se sim.

Manuel Pinho – Espera-se muito deste homem na área da Economia. Espero que seja um bom ministro. Tem currículo para isso.

Jaime Silva – Conhece bem a Agricultura e tem condições para ser um bom ministro.

Mário Lino – Uma pasta que exigia outro peso-pesado. Vamos ver como se safa este homem formado em engenharia civil.

Vieira da Silva – É um especialista na área que vai tutelar. Espero que seja um bom ministro.

Correia Campos – Conhece bem o sector. Acho que foi uma boa escolha, como já no tempo de Guterres o tinha sido.

Maria de Lurdes Rodrigues – Um mistério na Educação. Não sei se será capaz de fazer um bom lugar num sector tão complexo e vital como este.

Mariano Gago – Não esperava outra coisa na Ciência. Esta foi uma das áreas que o PSD deixou mal. Acredito que será um bom ministro.

Isabel Pires de Lima – Outro mistério na Cultura. Vamos ver como se safa.

Santos Silva – Um caso a acompanhar com interesse nos Assuntos Parlamentares. Vamos ver do que é capaz numa área tão política.

A ler

O último número do Jornal da Ria. A Carmen fez um bom trabalho sobre blogues e acho que este tipo de reportagens ajuda muito na visibilidade da blogosfera local. Nos próximos dias comentarei mais a fundo alguns dos assuntos que foram abordados.