Um mero jogo de palavras?

Um comentário ao desmentido que a deputada Marisa Macedo enviou para o Efervescente.
1º O Partido Socialista não apresentou qualquer queixa no IGAT contra a Câmara Municipal de Estarreja, designadamente quanto a qualquer assunto que abranja o Parque Eco-Empresarial de Estarreja.
R- Qualquer um hoje em dia pode apresentar uma queixa no IGAT, pois este serviço até possui um sistema de queixas electrónicas. Portanto, não precisa de ser um partido a apresentar queixa. Qualquer militante pode fazê-lo. Qualquer dirigente do PS podia fazê-lo a título pessoal. Ora será que aqui não estamos perante um mero jogo de palavras? É uma pergunta que faço e que não está claramente explicada neste desmentido. No entanto, aguardo obviamente que um dia seja divulgado o autor da queixa. E como é hábito não faço qualquer julgamento sobre isso. Quem a apresentou estava no seu direito legítimo.
2º Enquanto não soubermos a decisão do Ikea nem sequer nos pronunciamos sobre o estado do parque, nem sobre o conteúdo da alegada queixa que o Sr. Presidente leu na Assembleia Municipal.
R- Não se pronunciam sobre o conteúdo da alegada queixa? Então, mas se não foi o PS a fazer queixa, o que é que interessa o vosso pronunciamento sobre o conteúdo da alegada queixa? É estranha esta frase, pois denota preocupação por algo alheio a vós. Quanto ao facto de não se pronunciarem sobre o estado do parque antes da decisão do Ikea, há aqui um lapso. Vocês já se pronunciaram em assembleia sobre isso insinuando que alguma coisa não estaria bem em relação aos terrenos e às empresas lá instaladas. Portanto, podem falar à vontade, pois já o insinuaram em assembleia. Mas sinceramente acho que não se devem preocupar com isso. O Ikea sabe muito bem as condições do Parque Eco-Empresarial. Como todas as empresas recebeu toda a informação sobre esse dossier. Portanto, estão bem informados.
3º Depois da decisão do Ikea, o PS vai querer saber se o que o Sr. Presidente leu é verdade, porque a ser, estamos perante um caso grave.
R- Pois vamos ver isso. Se o PS ou qualquer um dos seus dirigentes nada tem a ver com a queixa, então o Presidente da Câmara tem que pedir desculpas pelo que disse em assembleia. Agora se existe alguma conexão partidária entre o PS de Estarreja e a dita queixa, então tudo não passou de um mero jogo de palavras e o Presidente terá cometido o lapso de não ter dito: “o PS ou alguém ligado ao PS”.
4º A ser verdade que exista uma queixa, nada justifica a sua divulgação pública.
R- Essa é boa. Então não se pode divulgar uma queixa? O Dr. Vladimiro Silva sempre as divulgou no passado. Não vejo que a actual câmara não possa fazer o mesmo. As queixas não são secretas.
5º Conforme referiu o Sr. Presidente, a Ikea fez-se acompanhar de advogados nas suas visitas a Estarreja, para verificarem em detalhe, as condições que o município oferece. Qualquer advogado facilmente se apercebe do estado do Parque Eco-Empresarial. Pelo que, mesmo que a queixa exista, em nada pode influir na decisão do Ikea.
R- Concordo plenamente. O Ikea quando decidir não é com base em queixas. É com base nas condições que forem oferecidas pelos vários concorrentes. Pelo menos, é isso que todos nós esperamos. Transparência na decisão.
6º Os membros da AM do PS ficaram com a sensação de que o Sr. Presidente já deve saber qual o sentido da decisão do Ikea e, por isso, resolveu atacar o PS para tentar desculpar uma possível não vinda daquela multinacional.
R- Pois se ficaram com essa impressão estão enganados. O Presidente sobre o Ikea sabe tanto como o governo ou como os outros presidentes de câmara, ou seja, que o Ikea ainda não tomou decisão nenhuma. Agora há uma coisa que todos sabemos. É que um órgão tutelado pelo governo ofereceu-se para desanexar de uma REN uma área para a dita fábrica em Paços de Ferreira. E isso é muito estranho, pois dos três municípios concorrentes, Paços de Ferreira é aquele que tem menos condições para oferecer ao Ikea.
7º Mesmo que o PS tivesse apresentado uma queixa – o que não é verdade – não estava a fazer nada que o Sr. Presidente e o seu partido não tivesse feito quando o PS era poder. Relembramos que apresentou dezenas de queixas contra o PS e duas pessoas deste partido, apesar de até hoje não ter ganho nenhuma. Caso o PS tivesse apresentado queixa, o Sr. Presidente apenas estaria a provar do seu próprio veneno.
R- As pessoas e os partidos são obviamente livres de apresentar as queixas que bem entenderem. Por acaso, não foram dezenas de queixas, mas para o caso não interessa, pois sempre tiveram como objectivo fiscalizar situações menos claras para a oposição. Mas em relação a inspecções do IGAT (sejam por queixas ou de rotina) é bom lembrar que uma delas detectou irregularidades no último mandato do PS na área da cultura e que eu saiba, também nunca foi arquivado no IGAT, o dossier referente às viagens do Dr. Vladimiro Silva no seu tempo de Presidente da Câmara.
Anúncios

São Miguel

São Miguel Arcanjo, cujo nome significa “o que é um com Deus”, é o chefe dos exércitos celestiais. É ele que no Apocalipse derrota o demónio e o lança não sei bem para onde. Por isso, aparece nas gravuras atacando o anjo infernal. Acho-lhe piada com aquela espada a dar cabo do pobre demónio. Do diabo, do sedutor da Terra.